Feeds:
Posts
Comments

Archive for September, 2009

Por favor…

Não leve assim…

O meu jeito de conversar de canto.

De canto de olho.

 

Sabe que, muitas vezes, eu não sinto meu corpo.

Ele está em outro lugar, outro espaço sideral.

Ainda continuo achando que Os Mutantes

Tocam e retocam meu cérebro.

 

Devaneios radiofônicos estão a latejar.

Mas com os Mutantes tudo melhora.

É sim, eu vomitei esse texto.

Estética surrealista.

 

HOMENAGEM AOS “OS MUTANTES”

Essa música, o começo, o meio e o fim.. vale a pena ouvir de olhos fechados e ouvir a melodia, os gritos e os devaneios.

Até mais!

Advertisements

Read Full Post »

Afogados

Estou na contra mão dos afogados.

Vejo, por entre seus olhos cheios de água,

Que o “denovo” é vagaroso e ríspido.

Seus corpos estão nus

Estão nus de tanto pensar.

De tanto morrer.

Estou na mão dos afogados

Escorro por entre seus dedos.

Sou a água que os afoga,

Que os impede de tudo.

Sou a própria vida

Sou a própria  morte.

Estou por entre os afogados.

Outro ponto de partida

Me leva para o imprevisível.

Estou a afogar.

Minhas mágoas, minhas lágrimas,

Meus sorrisos.

Sou a alma dos afogados.

Read Full Post »